Sobre

Construir Resistência pretende reunir todos aqueles que, de alguma maneira, através de iniciativas jornalísticas, culturais, artísticas, acadêmicas e científicas desejem expressar sua indignação ou contrariedade contra qualquer forma de arbítrio existente em vários níveis de governo, seja em nível federal, estadual ou municipal. Será um para-raio para todos aqueles que não se conformam com atitudes autoritárias.

Além de textos com análise política, econômica, social, cultural, acadêmica, refletindo amplo espectro do cotidiano nacional (e eventualmente internacional), o Construir Resistência pretende reproduzir em suas páginas material amplamente divulgado no mundo virtual sendo, desta forma, um retransmissor de informações, cultura, arte, conhecimento, e todo tipo de manifestação que incomode as mentes autoritárias.

Pretendemos ser uma opção de ‘leitura do mundo’ à imprensa hegemônica como alternativa para divulgação de pensamentos convergentes e progressistas que sejam capazes de ampliar o debate e a construção do diálogo. Almejamos, ainda, divulgar iniciativas de mobilização e confronto ao que consideramos retrocesso na sociedade brasileira atual. Para fortalecer a luta e posicionamentos políticos progressistas precisamos urgentemente Construir Resistência.

QUEM SOMOS 

Adriana do Amaral: jornalista profissional desde 1984, m estre em Comunicação Social pela Umesp – Universidade Metodista de São Paulo. Possui ampla experiência em jornalismo diário (Jornal O DIA), institucional (Grupo Voith Hydro), científico (Roche, Aché etc.) e sindical (SiemacoSP). Atuou como pauteira, repórter, redatora, editora e coordenadora, além de ter participado da campanha eleitoral 2020 (voluntariamente) debatendo a questão da População em Situação de Rua e o trabalho dos Catadores na cidade de São Paulo. Autora do livro: O meu mundo revirado – Com a Pandemia na Cabeça 

 

Simão ZygbandSimão Zygband : jornalista profissional desde 1979. Trabalhou em TVs, rádios e jornais de São Paulo, onde foi respectivamente pauteiro, repórter e redator. Foi funcionário das TVs Bandeirantes, SBT, Gazeta, Record e dos jornais Notícias Populares, Diário Popular, Diário do Grande ABC , Diário do Comércio, entre outros. Foi coordenador de Comunicação no Sindicato dos Jornalistas de São Paulo (onde editou o Jornal Unidade) e redator do jornal Plataforma do Sindicato dos Metroviários de São Paulo. Também fez assessoria de comunicação em campanhas eleitorais e mandatos parlamentares. Trabalhou na Comunicação de Secretaria Municipal de Transporte de São Paulo. Foi diretor da Rádio e TV Educativa do Paraná e Secretário Municipal de Comunicação da prefeitura de Jacareí, São Paulo.

Sonia Castro LopesSonia Castro Lopes: Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); doutora em Educação Brasileira pela Pontifícia Católica do Rio de Janeiro (PUC/RJ) com estágio pós-doutoral em História da Educação pela Universidade de Lisboa. É mestre em História Política pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Licenciada em História pela UFRJ. Atua no campo da História da Educação e desenvolve pesquisas sobre formação de professores, história da profissão docente e história das instituições educacionais, tendo publicado livros e inúmeros artigos sobre a temática.