Construir Resistência
padre

O corte foi acima ou abaixo do crucifixo, autoridade?

Por Fábio Lau

Polícia do Paraná quer convencer a plateia de que um padre ameaçado por Bolsonaristas, o Padre José Aparecido Bilha, achado morto com corte feito a faca no pescoço, cometeu suicídio.
É o primeiro caso que vejo, na minha não tão curta carreira de jornalista, de suicídio com automutilação no pescoço cometido com objeto pérfuro cortante.
Na cultura japonesa o suicida faz o harakiri com faca apropriada vendida livremente no comércio.
Corte no abdômen.
Há caso de corte nos pulsos.

Mas cortar pescoço? Foi acima ou abaixo do crucifixo, autoridade?

Mas, por outro lado, não me canso de ver polícia acobertando crimes tecendo teses precipitadas. Em geral motivadas por incompetência, preguiça ou interesse político.

Mas cabem as três hipóteses também.

Fábio Lau é jornalista, botafoguense e portelense.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Matérias Relacionadas

Rolar para cima