Construir Resistência

PT preocupado com fragilidade de Lula nas redes sociais

Por Guilherme Amaro e Edoardo Ghirotto do portal Metrópoles 

Disputas na área de comunicação do PT e inexistência de uma estratégia para as redes sociais preocupam aliados de Lula

 

O PT está em alerta com a inexistência de uma estratégia para as redes sociais da campanha presidencial de Lula. A menos de seis meses do primeiro turno da eleição, o setor de comunicação não tem nem uma linha mestra de como o partido atuará na internet. Aliados de Lula temem que nada seja feito a tempo da eleição.

O setor de comunicação tornou-se alvo de uma disputa entre Franklin Martins, ex-Secom do segundo governo Lula, e o ex-deputado Jilmar Tatto. Petistas afirmam que Martins ficará como o responsável pelo setor, mas pontuam que o ex-Secom não tem conhecimento suficiente para estruturar um aparato de redes sociais capaz de competir com a máquina bolsonarista

Interlocutores de Lula dizem que o PT cometeu um erro grave ao não antecipar nem coordenar uma campanha on-line para convencer jovens a tirarem o título de eleitor. As iniciativas do partido sobre o tema foram feitas de improviso e a reboque de influenciadores digitais.

A fragilidade nas redes sociais motivou o fotógrafo de Lula, Ricardo Stuckert, a se movimentar para assumir a área digital da campanha, mas a iniciativa tem esbarrado no jogo de poder interno.

Matéria publicada originalmente no link abaixo:

https://www.metropoles.com/colunas/guilherme-amado/pt-preocupado-com-fragilidade-de-lula-nas-redes-sociais

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Matérias Relacionadas

Rolar para cima