Construir Resistência

Pior ano para o povo brasileiro

Por Herval B. Barreto

2021, foi o pior ano para o povo brasileiro. Foram mais de 600 mil mortes por #Covid-19; milhões de sequelados, Isso trouxe e continua trazendo muito sofrimento e dor às famílias brasileiras.

2021 foi o ano da maior tragédia sanitária já mais vista no Brasil. O principal responsável por essa tragédia é Jair Messias Bolsonaro, que continua causando sofrimento às pessoas.

Lamentavelmente, ele usou o cargo de presidente da República para trabalhar contra o combate à #pandemia, e não foi só contra ela,, foi contra tudo e contra todos.

Negou a ciência todo tempo. O mantra dele era: isso é uma gripezinha.  Negou todas as orientações dos cientistas, dificultou a implementação do #lockdown, foi contra as medidas não farmacológicas como uso de máscaras, higienização das mãos com álcool em gel, estimulou aglomerações. A intenção dele era que a população fosse submetida à contaminação de rebanho.

Bolsonaro boicotou todas as orientações recomendadas pela #OMS,  medidas que protegiam a população. Quando surgiram as vacinas Coronavac e Pfizer, em novembro de 2020, ambas já em processo de fabricação e com possibilidades de entrega dos primeiros lotes ainda em dezembro de 2020, ele rejeitou a compra. Naquele momento foram oferecidas ao governo brasileiro 70 sessenta milhões de doses, para serem entregue durante último mês do ano.

O povo tem que olhar pra trás e ver o quanto Bolsonaro foi criminoso. Aqui não tem memória curta não, cidadão e cidadã.

Ao invés de comprar as vacinas, Bolsonaro preferiu criar uma crise político-ideológica com João Dória, e depois fez a mesma coisa com a Pfizer. Ele retardava a compra com suas batalhas estúpidas o povo estava se contaminado e morrendo como moscas.

Ele estimulava o uso de cloroquina, ivermectina em substituição das vacinas. Mais grave, gastou milhões de reais comprando esses medicamentos e distribuiu para a população no Brasil inteiro.

Mesmo depois de cientistas do mundo inteiro constatarem que a cloroquina e invermectina não tinham eficácia alguma no combate ao coronavírus, Bolsonaro continuou comprando grandes quantidades desses medicamentos. Foi o maior garoto propaganda do uso da cloroquina e invermectina.

O insano andava tão louco e descontrolado que chegou a oferecer cloroquina até para as emas do Palácio do Planalto, ainda bem que os animais não aceitaram. Eram tantos crimes que foi necessário abrir uma #CPIdaPandemia no Senado Federal, para impor alguns limites ao genocida e forçar a compra das vacinas.

O STF também teve que entrar em campo para colocar as coisas nos eixos, pois o sujeito é um desalmado, nem comprava as vacinas e nem deixava os governadores comprarem. Foi por isso que STF interferiu.

2022 pode ser um ano ainda pior que 2021: aumento do desemprego, aumento da fome, da miséria. As desigualdades sociais tendem a se aprofundar. E ainda tem a variante #ômicron chegando forte.

O problema é que não podemos confiar em Bolsonaro. Essa é a realidade nua e crua. Ou tem alguém que acha que estou errado?.

2022 tá chegando… O que vamos fazer com esse entulho autoritário que ocupa a presidência da República?

Eu sei o que vou fazer: meu voto é 13, meu candidato é #Lula para Presidente da República.

Vou votar #PT de ponta à ponta: presidente, governador, deputado estadual, deputado federal e senador. Todos do
Partido dos trabalhadores.

Mas você pode também apoiar os candidatos de esquerda de outros partidos. Só não pode repetir os erros de 2018.

O Brasil precisa virar essa página e fazer a reparação do que fizemos em 2018 ao eleger Bolsonaro e toda a porcariada do PSL. Hoje Bolsonaro está no #PL, de Valdemar da Costa Neto.

Vamos boicotar esses partidecos de merda, galera!

#Tmj

Herval B. Barreto é cidadão brasileiro. Militante da causa Brasil

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Matérias Relacionadas

Rolar para cima