Construir Resistência
generais

O escandaloso salário dos militares

Por Moisés Mendes

É fácil entender por que eles não querem largar o governo e por que Bolsonaro ameaça com o golpe.

O general Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria de Governo, recebeu R$ 874 mil em 12 meses, entre abril do ano passado e março deste ano.

O general Augusto Heleno, ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) da Presidência, ficou com R$ 866 mil.

O general Hamilton Mourão recebeu R$ 668 mil em um ano. O general Walter Braga Netto, ex-ministro da Defesa e agora vice na futura chapa de Bolsonaro, embolsou R$ 656 mil.

Os números estão em reportagem da Folha sobre o escandaloso salário dos militares, e não só dos generais.

Os vencimentos milionários são possíveis por causa de portaria assinada por Bolsonaro, em abril do ano passado, que permite o acúmulo de salários e aposentadorias acima do teto constitucional.

(A Folha, que vinha tratando os militares a pão de ló, decidiu se recuperar)

 

Moisés Mendes é jornalista gaúcho com passagens em jornais como Zero Hora, Gazeta de Alegrete, Semanário de Bento Gonçalves, entre outros

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Matérias Relacionadas

Rolar para cima