Construir Resistência
Micheque e as carpas

Micheque e as carpas milionárias

Da Redação

 

 

 

Carpas milionárias

Micheque mandou drenar um lago do Palácio da Alvorada, e consequentemente matou as carpas que nele viviam, para recolher as moedas que ali eram jogadas. As carpas foram um presente do imperador japonês Hirohito ao presidente Collor em visita ao Brasil.

São carpas Nishikigoi, dependendo do desenho podem chegar a U$ 20 mil, o exemplar, aparentemente ela sacrificou uma fortuna em vidas e dinheiro, por uma ninharia….

Alexandre Gradisky – São Paulo

Alma podre

A mando de Michele Bolsonaro, um espelho d’água com carpas ornamentais teria sido esvaziado no Palácio da Alvorada, para que se tirassem as moedas costumeiramente jogadas por turistas. O dinheiro seria para dar a igreja e as carpas morreram!

Se isso é verdade, que gente de alma podre!!!

Edson Cabral – Rio de Janeiro

Saque

Pastor Francisco de Assis Castelo Branco, serviçal de Michele Bolsonaro esvaziou espelho d’água do Palácio da Alvorada, para recolher as moedas jogadas por turistas. As pobres carpas morreram.
A matéria do portal Metrópoles relata outros absurdos como o saque promovido por funcionários graduados do Palácio da Alvorada, que no final do mandato de Bolsonaro, levaram do local carnes nobres, bacalhau, camarões, e outros itens.

Nilton Tatto – São Paulo

Nojo

A Michele Bolsonaro consegue ser tão perversa quanto o Bolsonaro. Essa história das carpas foi fod@. E pior de tudo que foi um presente do imperador japonês ainda quando o Collor era presidente. A cada dia que passa tenho mais nojo do clã Bolsonaro. Que gente asquerosa!

Victor Araújo – Niterói

 

COLABORE COM O CONSTRUIR RESISTÊNCIA
PIX para Simão Félix Zygband no 11 997268051
OU CLICANDO E OBSERVANDO OS ANÚNCIOS QUE APARECEM NA PÁGINA.
QUALQUER FORMA DE CONTRIBUIÇÃO É BEM VINDA.

 

 

 

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Matérias Relacionadas

Rolar para cima