Construir Resistência
Comício Cinelândia

Lula reúne multidão no Rio de Janeiro

Por Luiz Inácio Lula da Silva no comício da Cinelândia

 

Esse dia de hoje para mim é um dia de gratidão ao povo do Rio de Janeiro por tudo que vocês me ajudaram. Primeiro, queria dizer para vocês que Deus foi muito generoso comigo. Se tem uma pessoa que não tem que ter dúvida da existência de Deus, se tem uma pessoa que tem que ter consciência da existência de um ser superior, que guia nossos passos, esse ser humano sou eu.

Eu nasci em Caetés e eu fui comer pão pela primeira vez aos 7 anos de idade. Eu vim para São Paulo 70 anos atrás para não morrer de fome, não foram poucas as vezes que minha mãe não tinha comida para colocar no fogo. Eu olhava no semblante da minha mãe e ela nunca perdia a esperança. Ela falava: “Hoje não tem, mas amanhã vai ter”. E essa crença… Essa crença me formou.

Eu vendia amendoim, vendia laranja, outro irmão vendia tapioca e eu fiquei fascinado, como é que pode uma mulher com 8 filhos pequenos pode separar do marido e morar sozinha porque ela queria que seus filhos fossem tratados com muito respeito a sua dignidade. e sobrevivemos. conseguimos sobreviver.

Fui ser torneiro mecânico, de torneiro mecânico eu fui ser dirigente sindical, de dirigente sindical eu fui ser presidente da República desse país.

Lula, em ato Vamos Juntos Pelo Rio, na Cinelândia, centro do Rio de Janeiro.

📸 Ricardo Stuckert

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Matérias Relacionadas

Rolar para cima