Construir Resistência
8553-medium

Lula dispara nas pesquisas e com ele as fake news

Por Simão Zygband

A pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (12), que mostra uma vantagem robusta de Luiz Inácio Lula da Silva sobre o genocida de extrema-direita, Jair Bolsonaro, por 52% a 35% no segundo turno, é motivo de esperança e de euforia para todos aqueles que prezam a democracia, mesmo não sendo simpatizante do PT ou do ex-presidente da República.
Neste momento, Lula se transformou na principal esperança para fazer o país se livrar do pesadelo bolsonarista, que tanto infelicita milhões de famílias brasileiras, não somente com a total incompetência e desinteresse governamental em combater a feroz pandemia de Covid-19, que já matou mais de 420 mil pessoas, mas também por desenvolver uma política econômica perversa que acentua o abismo social entre ricos e pobres, devolvendo milhões de cidadãos à miséria absoluta.
Apesar da verdadeira amostragem ser a abertura das urnas em 2022, a pesquisa Datafolha já mostra claramente uma tendência de repúdio ao governo fascista que, infelizmente, a mídia privada e hegemônica, juntamente com outros segmentos atrasados da sociedade ajudaram a colocar no poder. Bolsonaro é fruto do golpe orquestrado pelo traidor Michel Temer em 2016 contra a ex-presidenta Dilma Rousssef, com apoio de lideranças evangélicas “picaretas”, parlamentares oportunistas, um Judiciário comprometido com atitudes ilegais e ilícitas, com interesses norte-americanos no pré-sal brasileiro, além de praticamente todos os partidos de direita que se opuseram ao PT e a Lula.
Este crescimento da estrela petista, no entanto, está sendo acompanhada de uma campanha suja e rasteira pelas redes sociais realizada por aqueles que temem que Lula chegue tão forte às eleições de 2022 que consiga até ganhar ainda no primeiro turno (e os números mostram que ele não está muito longe disso).
Circula nas redes sociais um vídeo asqueroso, possivelmente produzido na indústria de ódio do bolsonarismo, com os seguintes dizeres: “Se você é patriota e conservador, curte e compartilhe”.
No vídeo aparece um cretino bolsonarista que literalmente dá um tapa no rosto do Lula enquanto ele discursa em um microfone e faz uma fala extremamente preconceituosa: “chega de mentir, cabra safado. Velho cachaceiro do cão”. Logo em seguida aparece Bolsonaro e sua claque rindo desbragadamente e o excrementíssimo presidente faz o seguinte comentário: “Estamos juntos, o Brasil é nosso. Valeu Fábio!”.

Fake news contra o Bolsa Família

Outro vídeo falso, que circulou esta semana nas redes sociais, mostra o ex-presidente criticando o Bolsa Família que ele mesmo criou. No vídeo, que teve 850 mil visualizações, mostra Lula dizendo: “O Bolsa Família é uma esmola. O Bolsa Família é pra deixar as pessoas preguiçosas, por que quem recebe Bolsa Família não quer mais trabalhar”.
Depois, Lula é visto sentado dando uma entrevista, na qual afirma: “Pelo alto grau de empobrecimento, ela é conduzida a pensar pelo estômago e não pela cabeça. É por isso que se distribui tanta cesta básica. É por isso que se distribui tanto tíquete do leite. Por isso, na verdade, é uma peça de troca em época de eleição”.
A agência noticiosa internacional France Press provou que este vídeo realizou montagens de falas do Lula em dois eventos diferentes. No primeiro, o ex-presidente imita os críticos do Bolsa Família. Tirando do contexto, parece que ele critica o programa que criou. No segundo, que parece uma entrevista de Lula, as imagens foram capturadas em 2000 e Lula criticava, quando ainda não era candidato, a distribuição de cestas básicas e tíquetes do leite por políticos em troca de votos. Não é a toa que Bolsonaro quer a vota da eleição no papel, sem utilização das urnas eletrônicas.
Aparentemente a população saberá se livrar deste pesadelo bolsonarista, o Brasil que eles querem levar de volta à idade das trevas, e superará até mesmo as fake news que estão inundando as redes sociais.

 

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Matérias Relacionadas

Rolar para cima