Construir Resistência
1_lula_bolsonaro_debate2-26651978

Impressões do debate: não se subestima um inimigo como Bozonazi

Por Simão Zygband

 

O candidato da Frente Ampla, Luiz Inácio Lula da Silva, teve hoje no debate do pool Rede Bandeirantes, TV Cultura e Folha de S. Paulo/UOL  uma prévia do que enfrentará no mais importante e decisivo que deverá ocorrer no dia 27 de outubro na TV Globo, a apenas três dias do segundo turno.

Lula tem uma vantagem de mais de 6 milhões sobre o seu adversário e claro, sempre há chances de uma improvável virada. Na minha avaliação, o ex-presidente foi bem, mas não pode cometer na Globo alguns “equívocos” que rolaram neste do pool. O primeiro que considero o mais complicado é de subestimar o adversário. O extremista, ao contrário do que se supunha, deu trabalho e emplacou algumas pautas fundamentais para animar o seu eleitorado.

O extremista criou dificuldades para Lula nos temas corrupção na Petrobras, amizades com Chavez, Fidel Castro, Maduro e outros líderes latino-americanos de esquerda e sobretudo ao abordar as dificuldades que o povo argentino tem passado no governo de Alberto Fernandez.

O ex-presidente foi contundente ao colocar Bozo quase a nocaute com o tema da pandemia, com a não construção de uma única universidade e também das ligações do atual (sic) presidente com as milícias. Também foi bem dizendo que ele construiu 5 presídios de segurança máxima.

Entendo que Lula deve ser mais preservado nestes últimos 15 dias que faltam para estar mais inteiro no debate da Globo. Ele demonstra estar estafado por causa do agenda intensa de campanha e precisa estar mais descansado para no de maior audiência. Todo mundo vai estar ligado neste dia. Também precisa aprender a controlar melhor o seu tempo e não permitir que o extremista tenha mais de 5 minutos de sobra para falar sozinho como ocorreu neste. Precisa treinar uma maneira de equacionar melhor as suas falas.

Poderia dizer que houve um empate no debate, sem nenhum vitorioso, o que é bom para Lula que está na frente nas pesquisas. Mas com os fascistas não se brinca. Não se pode entrar em um clima de já ganhou e cantar vitória antes do tempo como fez o ex-presidente. Apesar de Bozonazi ser um verme psicopata, não se pode desprezá-lo. Ainda há muitas forças que o apoiam e a Bandeirantes parece ser uma delas.

Ousar Lutar. Ousar Vencer!

 

CONTRIBUA

Tá gostando do conteúdo? Ajude a manter o Construir Resistência vivo. Faça um pix em nome de Simão Zygband no 11 997268051.
Não tem grana para contribuir. Faça gratuitamente clicando e lendo os anúncios da página.
É garantia de luta!✊

 

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Matérias Relacionadas

Rolar para cima