Construir Resistência

Festival Soy Loco Por Ti Juquery começa nesta quarta-feira (7)

 

Em 2022 celebramos a 5ª edição do Soy Loco, um festival que nasceu com a proposta de ocupar os prédios do Juquery e ressignificá-los através da arte. Após dois anos de edições com formatos alternativos, devido à pandemia, voltamos ao presencial. É importante o encontro físico, após esse momento de sofrimento e de aumento significativo das crises na saúde mental. Celebramos, pois em 2021 os últimos moradores-pacientes do Juquery foram transferidos e novos ciclos se abriram para o espaço. Celebramos a inauguração do MAOC (Museu de Arte Osório Cesar), um marco para a cidade de Franco da Rocha. Celebramos através do riso, do circo, do lúdico, das obras singelas e potentes de Nailton, artista que tem acompanhado de perto esses cinco anos de nossa história. 

A arte é, sem dúvidas, um dos meios mais potentes de cura, seja criando espaços de conforto, onde se pode ser tudo aquilo que se é, seja pela sua potência de jogar luz às questões relevantes de nossa sociedade. O Soy Loco Por Ti Juquery celebra a todos que nos acompanharam durante esses cinco anos, os artistas e o público, todas as sementes que daqui nasceram e estão pelo mundo gerando frutos. Como diz o nosso ícone Ranulfo Faria, músico (e muito mais) de Franco da Rocha, trata-se de uma refundação do Juquery, através da arte. E não há pilar mais sólido do que este para a criação de uma nova história. Que seja lindo, que seja leve, que seja profundo, que reverbere!

 

5º FESTIVAL SOY LOCO POR TI JUQUERY

DE 07 A 11 DE SETEMBRO

COMPLEXO HOSPITALAR JUQUERY E Museu de Arte Osório Cesar

 

PROGRAMAÇÃO DIA A DIA

 

07 SET – QUARTA-FEIRA

 

15H – ABERTURA DO IV SEMINÁRIO E LANÇAMENTO DO LIVRO “Aurora: memórias e delírios de uma mulher da vida” de Silvana Jeha e Joel Birman (PRESENCIAL E ONLINE)

Palestra:

Silvana Jeha, doutora em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2011). Em seu pós-doutorado pelo Programa de Teoria Psicanalítica do Instituto de Psicologia da UFRJ pesquisou sobre Aurora Cursino dos Santos, artista do MAOC.

Horário: 15h às 18h

Local: Auditório da Secretaria de Educação e Cultura e Online

Classificação indicativa: 12 anos

 

08 SET – QUINTA-FEIRA

 

11H – ARTES VISUAIS/ PERFORMANCE-  INAUGURAÇÃO OFICIAL DA OBRA “EQUILÍBRIO” DE ELISA BRACHER (PRESENCIAL)

A artista Elisa Bracher criou a escultura permanente “Equilíbrio” para o Soy Loco Por Ti Juquery de 2019. Mas a sua inauguração oficial, que aconteceria em 2020, teve que esperar por conta da pandemia. Agora, enfim, a artista faz um bate-papo sobre a obra, aberta ao público, mas voltada especialmente a educadores.

Local: Em frente à obra, próximo ao MAOC

Classificação indicativa: Livre

 

14H –  IV SEMINÁRIO – “Os modernismos no Juquery” (ONLINE)

Mesa sobre Curadoria e o acervo do MAOC 

Palestrantes:

Ricardo Resende, curador da exposição Bispo do Rosário – eu vim: aparição, impregnação e impacto (2022), no Itaú Cultural e curador do Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea.

Fernanda Pitta, consultora da exposição Raio-que-o-parta: ficções do moderno no Brasil (2022), no Sesc 24 de Maio.

André Pitol, curador da exposição que ocorrerá em outubro (2022) no Sesc Pompéia.

Yudi Rafael, curador da exposição que ocorrerá em outubro (2022) no Sesc Pompéia.

Horário: 14h às 15h30

Local: Online

Classificação indicativa: 12 anos

 

16H-   IV SEMINÁRIO – “Arte, Psicanálise e Modernismos: a loucura na modernidade brasileira” (ONLINE) Mesa sobre Abordagens teóricas e críticas sobre o modernismo brasileiro

Palestrantes:

Gustavo Dionísio, escritor do livro “O antídoto do mal: crítica de arte e loucura na modernidade brasileira.” Mestrado e Doutorado em Psicologia Social pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (IP-USP).

Bianca Coutinho Dias, psicanalista, escritora, ensaísta e crítica de arte. Mestre em Estudos Contemporâneos das Artes pela Universidade Federal Fluminense – UFF (2017). Pesquisa sobre as influências do pensamento freudiano no movimento modernista.

Cesar Kiraly, professor de Teoria Política no Departamento de Ciência Política da UFF, psicanalista e curador de arte. Pesquisa sobre as influências de Freud na Arte Contemporânea.

Horário: 16h às 17h30

Local: Online

Classificação indicativa: 12 anos

 

09 SET – SEXTA-FEIRA

 

13H – FEIRA DE ECONOMIA SOLIDÁRIA DE FRANCO DA ROCHA (PRESENCIAL)

Horário – das 13h às 20h

 

13H – EXPOSIÇÃO “Nailton: Artista e Cidade” (PRESENCIAL)

Nailton Silva Fernandes é um artista contemporâneo livre que frequenta e transita pelos equipamentos municipais de cultura e de saúde mental de Franco da Rocha, sem nunca ter passado por uma internação psiquiátrica. Adentra o Juquery como artista, partindo da sua relação com a cidade, para apresentar suas criações artísticas. 

Entre a arte, a saúde mental e a cidade, Nailton Silva Fernandes apresenta obras formadas por desenhos em papel e esculturas a partir da reutilização de materiais como papelão, fitas adesivas e Etileno Acetato de Vinila (EVA) em instalações na Varanda do Museu de Arte Osório Cesar (MAOC) e seu entorno, formado pelo Jardim e Setor Educativo, em diálogo com a área do Teatro de Arena Ubirajara Ferreira Braga e o Bosque Joaquim Pinto de Oliveira – Tebas do Parque Municipal Benedito Bueno de Morais. Natural de Camacan, Bahia, Nailton tem Franco da Rocha como seu local de morada e convívio há bastante tempo. 

 

A exposição está em diálogo com a Mostra de Curtas-Metragens na Sala de Vídeo do MAOC, que apresenta o fotofilme “À muitas mãos” (2022), editado e dirigido por Elielton Ribeiro a partir de uma pesquisa artística e curatorial que inclui fotografias de obras de Nailton, retratos do artista e áudios dos dois artistas sobre os processos de criação que resultaram na obra audiovisual. 

A vetorização dessas fotografias de obras é parte do processo de criação da identidade visual do 5° Soy Loco Por Ti Juquery com linhas, traços e cores das composições do artista Nailton.

De 09 a 11/ setembro

Horário: 13h às 18h

Local: Área externa do MAOC – Museu de Arte Osório César

Classificação indicativa: Livre

 

13H – CINEMA – “1ª MOSTRA DE CURTAS-METRAGENS DO MAOC” (PRESENCIAL)

Durante mais de um século, a história do Hospital Psiquiátrico do Juquery foi registrada por muitos artistas, jornalistas e fotógrafos. Em 1950, a fotógrafa Alice Brill registrou os artistas enquanto internos com suas obras de arte na Seção de Artes Plásticas. São imagens que integram o vídeo de apresentação do Museu de Arte Osório Cesar (MAOC) e fontes de pesquisa para o reconhecimento dos artistas mais antigos do acervo do Museu.

Com base nesses registros, e em outras produções audiovisuais já criadas sobre o Juquery e a produção artística no hospital, o MAOC apresenta sua 1ª Mostra de Curta-Metragens na Sala de Vídeo. 

Horário: 13h às 18h

Local: MAOC – Museu de Arte Osório César

Classificação indicativa: Livre

 

13H – “EXPOSIÇÃO DO ARTISTA SATÍLIO NA CASA DE CULTURA”  (PRESENCIAL)

Programação paralela que dialoga diretamente com o Festival, a Casa de Cultura Marielle Franco, por meio do seu Programa de Exposições, recebe a mostra do artista Antônio Rosas Satílio a partir do dia 02 de setembro. 

Satílio, como é conhecido, é um artista de Franco da Rocha que já foi interno do Complexo Hospitalar do Juquery, mora na 1ª Residência Terapêutica de Franco da Rocha e frequenta o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) II de Franco da Rocha, no qual estabeleceu um ateliê com as suas criações artísticas, entre pinturas em tela e desenhos em papel. 

De 09 a 11/ setembro

Horário: 13h às 18h

Local: Casa de Cultura Marielle Franco

Classificação indicativa: Livre

 

13h30 – VISITA GUIADA – SOY LOCO NA JARDINEIRA (ingressos distribuidos com 1 hora de antecedência)

Numa antiga Jardineira, em conversa cênica e quase informal, três antigos personagens de Franco da Rocha fazem apontamentos sobre lugares e monumentos que são parte da história da cidade.

Local: Ponto de saída Casa de Cultura Marielle Franco

obs: Até 20 pessoas, por ordem de chegada

Classificação indicativa: Livre

 

14H – IV SEMINÁRIO – “Criações contemporâneas para a arte em liberdade” (PRESENCIAL E ONLINE) | Mesa sobre Arte e saúde mental

Palestrantes:

Isabel Cristina Lopes, psicóloga, pesquisadora e criadora do Coro Cênico Cidadãos Cantantes.

Francisco de Assis, integrante do Coro Cênico Cidadãos Cantantes.

Elielton Ribeiro, diretor do fotofilme À muitas mãos (2022) historiador da arte, técnico em museologia e gestor do acervo do Museu de Arte Osório Cesar e Nailton Silva Fernandes, artista de Franco da Rocha e modelo do fotofilme, a partir de uma pesquisa artística e curatorial como TCC pelo Técnico em Processos Fotográficos pela ETEC de Artes de São Paulo.

Magali Pinhatti, fotógrafa e diretora do fotofilme “Loucura no Manicômio Judiciário do Juquery” (1986).

Horário: 14h às 15h30

Local: Auditório da Secretaria de Educação e Cultura e Online

Classificação indicativa: 12 anos

 

15h- VISITA GUIADA – SOY LOCO NA JARDINEIRA (ingressos distribuidos com 1 hora de antecedência)

 

16H – IV SEMINÁRIO – “Saúde Mental, Saúde do corpo e Cultura” (PRESENCIAL E ONLINE)

Mesa sobre Saúde mental (estabelecida em parceria com a Secretaria de Saúde).

Apresentações: Intervenções artísticas com Antonio Satilio.

Debora dos Santos Martins. Técnica Desportiva para pessoas com deficiência, atua na Prefeitura Municipal de Franco da Rocha.

Apresentação de capoeira com o Grupo Capoterapia.

Horário: 16h às 17h30

Local: Auditório da Secretaria de Educação e Cultura e Online

Classificação indicativa: 12 anos

 

19h30 – CINEMA – “Em Busca de Judith” sessão de cinema e bate-papo com Jessica Barbosa (PRESENCIAL)

Até os 32 anos, Jéssica Barbosa acreditava que Judith Alves Macedo, sua avó paterna, havia falecido num acidente de carro. A história que lhe era contada desde a infância ganhou uma reviravolta quando a atriz se deparou com uma fotografia num livro e ouviu um relato familiar, gatilhos que dispararam nela a busca pela história real de Judith. A mulher negra, mãe de cinco filhos, fora internada compulsoriamente num hospital psiquiátrico, onde permaneceu até a sua morte, em 1958. É sobre as buscas e descobertas dessa história, permeada pelo silenciamento das vozes femininas e questões que atravessam o sistema manicomial que trata “EM BUSCA DE JUDITH”, peça-filme idealizada por Jéssica e Pedro Sá Moraes, que também assina a direção, filmada na Colônia Juliano Moreira – Rio de Janeiro. A pesquisa e desenvolvimento do projeto aconteceu através do programa de residência artística Casa B, do Museu Bispo do Rosário, com orientação pedagógica de Diana Kolker.

Local: Jardim do relógio

Classificação indicativa: 12 anos

 

10 SET – SÁBADO

 

13H – FEIRA DE ECONOMIA SOLIDÁRIA DE FRANCO DA ROCHA (PRESENCIAL)

Horário – das 13h às 20h

 

13H – CINEMA – “1ª MOSTRA DE CURTAS-METRAGENS DO MAOC” (PRESENCIAL)

Horário: 13h às 18h

Local: MAOC – Museu de Arte Osório César

Classificação indicativa: Livre

 

13H – EXPOSIÇÃO “Nailton: Artista e Cidade” (PRESENCIAL)

Horário: 13h às 18h

Local: Área externa do MAOC – Museu de Arte Osório César

Classificação indicativa: Livre

 

13H – EXPOSIÇÃO do artista Satílio na Casa de Cultura  (PRESENCIAL)

Horário: 13h às 18h

Local: Casa de Cultura Marielle Franco

Classificação indicativa: Livre

 

13h30 – VISITA GUIADA – SOY LOCO NA JARDINEIRA (ingressos distribuídos com 1 hora de antecedência)

 

14h- ARTE CIRCENSE“As proezas da Jasmim”  Lily Curcio (PRESENCIAL)

A Palhaça Jasmim deleita ao público com as suas “ proezas artísticas” que nem sempre dão certo. Erros e fracassos, surpresas e emoção, um pouco de música e muito humor.

Horário: 14h

Local: Itinerante

Classificação indicativa: Livre

 

14h – ARTES VISUAIS – “Painel Olhares”  Douglas Scotti (PRESENCIAL)

Douglas Scotti é artista plástico e muralista, morador da cidade há mais de quarenta anos. Tem seu trabalho direcionado à pesquisa de desenho e pintura. Para a 5a Edição do Festival ele fará a pintura de um mural no refeitório da área central do Juquery. O painel sugere referências ligadas ao teatro mambembe e ao circo renascentista.

Horário: 14h às 19h

Local: Refeitório

Classificação indicativa: Livre

 

14H30 – VISITA GUIADA COM FUNCIONÁRIOS DO JUQUERY (PRESENCIAL)

Os funcionários do Juquery guiam o público nesta visita pelo espaço, revelando um pouco da história do hospital através da arquitetura, mobiliários e equipamentos que mostram a evolução do tratamento ao longo dos anos, além de fotos que retratam várias atividades do cotidiano do Juquery.

Horário: 14h30 às 16h

Local: Rotunda

Classificação indicativa: Livre

 

14H30 – ARTE CIRCENSE“Mastro Bambo” Neryssa Sayuri (PRESENCIAL)

Mastro Bambo é uma cena solo sem nenhuma fala, que se comunica apenas pelo gesto e pela interação com a plateia, num número em que Neryssa Sayuri mistura suas práticas de mastro chinês, bambolê e palhaçaria.

Horários: 14h30, 15h30 e 17h

Local: Pátio cozinha

Classificação indicativa: Livre

 

15h- VISITA GUIADA – SOY LOCO NA JARDINEIRA (ingressos distribuídos com 1 hora de antecedência)

 

15H – OFICINA Nave Soy Loco” com Gustavo Saulle (PRESENCIAL)

Em um domo geodésico, cheio de aparatos, objetos e instrumentos, um grupo de oficineiros trabalha com o público para a criação de ornamentos, enfeites, vestimentas, utensílios ou simplesmente, “xarabembas”. A ideia é que o público possa se apropriar desses elementos para usar durante o Festival e se integrar mais ao espaço lúdico do Soy Loco.

Horário: 15h às 19h

Local: Pátio cozinha

Classificação indicativa: Livre

 

15h – ARTE CIRCENSE – “Seminário Quase Internacional de Música Musical” Trupe Trapaceros (PRESENCIAL)

A Trupe Trapaceros tem o orgulho de apresentar o grande maestro Tigela em seu “Seminário Quase Internacional de Música Musical”, onde ele se desafia a apresentar todos os ritmos do mundo, através da poética, do humor, da ventriloquia e de engenhocas sonoras altamente artesanais. Um encontro lúdico e palhacístico com o espectador, que propõe um mergulho na musicalidade da vida, que atravessa cada um de nós.

Local: Auditório Carol (Retirada de senha com 1h de antecedência)

Classificação indicativa: 12 anos

 

15H – OFICINA – “Práticas para pisar: Quando o caminhar vira dança no Juquery?` com Stefanie Bertholini (PRESENCIAL)

Esta oficina propõe a ocupação performática dos jardins do Juquery, através da conscientização corporal com foco nos pés e contato com o solo. A prática busca evidenciar as possibilidades de um caminhar que vira dança neste momento de retomada presencial, indicando trajetos e encontros em relação ao espaço público. 

Local: MAOC

Classificação indicativa: Livre

 

15H30 – ARTE CIRCENSE“Mastro Bambo” Neryssa Sayuri (PRESENCIAL)

Local: Pátio cozinha

Classificação indicativa: Livre

 

16H –  ARTE CIRCENSE – “Vermelho Branco e Preto” Cibele Mateus (PRESENCIAL)

Uma extensão com o EIMPA (Encontro Internacional de Mulheres Palhaças)

O espetáculo solo de Cibele Mateus parte da figura cômica afrodiaspórica “Mateus” da brincadeira do Cavalo Marinho pernambucano em confluência com as narrativas do Nego Fugido – Aparição de Acupe/BA e a narrativa de Macurá Dilê – “O Tempo que teve início, mas não tem fim”. A intérprete tece de forma (po)ética, narrativas caboclas (Vermelho); o sistema colonial (Branco); a máscara preta (negrume) como afirmação de identidade, ancestralidades e espiritualidades (Preto), trazendo o riso como resistência e denúncia.

Horário: 16h

Local: Jardim do relógio

Classificação indicativa: Livre

 

16h30- VISITA GUIADA – SOY LOCO NA JARDINEIRA (Retirada de senha com 1h de antecedência)

 

17H – ARTE CIRCENSE“Mastro Bambo” Neryssa Sayuri (PRESENCIAL)

Local: Pátio cozinha

Classificação indicativa: Livre

 

17h30 – SHOW – “A Hora é Agora!”  – show com a banda Compulsão Sonora

A Hora é Agora!

Em suas letras, os temas propostos pela banda expressam nitidamente as angústias e tensões vividas, tornando esses sentimentos e emoções em ferramentas fundamentais para a composição. E na performance, tanto musical quanto poética, encontram momentos de transcendência e transformação.

A banda Compulsão Sonora se expressa musical e artisticamente através de composições que, muitas vezes, saem do padrão estético tradicional do rock-pop brasileiro, cultivando uma linguagem própria e uma sonoridade original.

Local: Jardim do relógio

Classificação indicativa: Livre

 

19h – CINEMA – “Festival de música do Manicômio Judiciário” sessão de cinema e bate-papo com Celso Maldos 

De um material histórico captado por Celso Maldos no início dos anos 80, surge esse filme que registra um evento marcante do Manicômio Judiciário, o Festival de Música dos Internos.

Local: Auditório Ubirajara

Classificação indicativa: 10 anos

 

11 SET – DOMINGO

 

13H – FEIRA DE ECONOMIA SOLIDÁRIA DE FRANCO DA ROCHA (PRESENCIAL)

Horário – das 13h às 20h

 

13H – CINEMA – “1ª Mostra de Curtas-metragens do MAOC” (PRESENCIAL)

Horário: 13h às 18h

Local: MAOC – Museu de Arte Osório César

Classificação indicativa: Livre

 

13H – EXPOSIÇÃO “Nailton: Artista e Cidade” (PRESENCIAL)

Horário: 13h às 18h

Local: Área externa do MAOC – Museu de Arte Osório César

Classificação indicativa: Livre

 

13H – EXPOSIÇÃO do artista Satílio na Casa de Cultura  (PRESENCIAL)

Horário: 13h às 18h

Local: Casa de Cultura Marielle Franco

Classificação indicativa: Livre

 

13h30 – VISITA GUIADA – SOY LOCO NA JARDINEIRA (INGRESSOS DISTRIBUIDOS COM 1 HORA DE ANTECEDÊNCIA)

 

14H – PERFORMANCE – “ORA”  Yohana Oizumi 

A obra/performance consiste em registrar com giz branco as horas e minutos em tempo real nos pisos do Juquery. O som de um sino tocará a cada minuto para que os números sejam mudados. A proposta tem um conceito sobre a passagem do tempo e sobre a transformação da matéria do corpo e da mente. Os números acabam virando símbolos, letras que remetem a um passado dos tempos primitivos, porém apontam para um futuro. O conceito resgata uma história e cria uma sensação de continuidade e também de efemeridade, já que os riscos em giz serão apagados com as pisadas e com o passar do tempo.

Horário: 14h às 17h

Local: Galerias

Classificação indicativa: Livre

 

14h – ARTES VISUAIS – “Painel Olhares”  Douglas Scotti

Horário: 14h às 19h

Local: Refeitório

Classificação indicativa: Livre

 

14H30 – VISITA GUIADA COM FUNCIONÁRIOS DO JUQUERY

Horário: 14h30 às 16h

Local: Rotunda

Classificação indicativa: Livre

 

14h30 – ARTE CIRCENES – “Pernalta no mundo” Thiago Calafate

Pernalta que roda pelo mundo fazendo amizades, levando a alegria e a magia do Circo nas alturas com malabares. 

Horário: a partir das 14h30

Local: Itinerante

Classificação indicativa: Livre

 

15h- VISITA GUIADA – SOY LOCO NA JARDINEIRA (INGRESSOS DISTRIBUIDOS COM 1 HORA DE ANTECEDÊNCIA)

 

15H – OFICINA Nave Soy Loco” com Gustavo Saulle

Horário: 15h às 19h

Local: Pátio cozinha

Classificação indicativa: Livre

 

15H – TEATRO – “Sobre ciências e ternuras – estórias mal contadas acerca do meu chão” André Arruda

Momentos, lugares e personagens que fizeram/fazem parte do seu imaginário são retratados numa roda de histórias, músicas e poesias, entrelaçadas por um contador que aos poucos vai revelando ao público o redescobrimento do seu mundo.

Local: Auditório Carol (Retirada de senha com 1h de antecedência)

Classificação indicativa: Livre

 

16h – SHOW – “Cirandando Liberdades” Coral Cênico Cidadãos Cantantes  

Show musical e bate-papo

Em 2022, o Coral Cênico Cidadãos Cantantes, grupo heterogêneo que constrói uma trajetória antimanicomial, celebra seus 30 anos de existência com apresentações que rememoram a história do grupo.  O Coral apresenta um repertório brasileiro que fala de liberdades e poesia, em que a loucura circula o imaginário da criação, com canções da MPB, cirandas nordestinas e outras.

Local: Jardim do relógio

Classificação indicativa: Livre

 

16h30- VISITA GUIADA – SOY LOCO NA JARDINEIRA (Retirada de senha com 1h de antecedência)

 

16h30 – CINEMA – “Um Estranho no Ninho”

Um Estranho no Ninho é o segundo longa-metragem filmado nos EUA por Milos Forman, adaptado do romance homônimo de Ken Kesey. Ambientado em uma clínica psiquiátrica, o filme conta a história de Randall McMurphy (Jack Nicholson), um indivíduo de espírito livre que termina lá fugindo da prisão e lidera os pacientes em uma rebelião contra a equipe opressiva, chefiada pela enfermeira Ratched.

Local: Auditório Carol (Retirada de senha com 1h de antecedência)

Classificação indicativa: 14 anos

 

 17H – ARTE CIRCENSE – “Slamis” Teatro da Mafalda

O Slamis é um trabalho artístico e social que nasce da experiência de um palhaço/psiquiatra e uma palhaça atuando no território da Cracolândia. Inspirados no Slam, batalha de poesia falada, criamos o Slamis,  um circo de calouros, uma pista de dança, um palco de muitas poesias, com o povo da rua e para ele!

Assim, junto e misturado, abrimos o circo para os artistas locais: Nego Bala, MC Binho, Savio Muan e Danee Amorim. É o circo e a arte de rua num encontro de resistência.

Local: Jardim do relógio

Classificação indicativa: Livre

 

18h – SHOW – “Revirado à Brasileia” (PRESENCIAL – ENCERRAMENTO)

Show musical de encerramento

Show de estreia da banda Revirado à Brasileia com o repertório de seu primeiro lançamento. O espetáculo traz diversas canções, entre elas, composições de Ranulfo Faria, parcerias de André Arruda com Charlis Abraão, bem como músicas inéditas da banda.

Local: Jardim do relógio

Classificação indicativa: Livre

@reviradoabrasileia

 

** TODA PROGRAMAÇÃO NO SITE OFICIAL:

https://www.soylocoportijuquery.com/

 

** FOLDER:

https://www.soylocoportijuquery.com/programa%C3%A7%C3%A3o-em-pdf

 

 

 

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Matérias Relacionadas

Rolar para cima