Construir Resistência
fernando-castilho

É urgente abafar o ensaio golpista de 7 de setembro

Por Fernando Castilho

Às vezes fico na dúvida se escrevo ou não algumas linhas que podem ferir suscetibilidades. Felizmente, crio coragem.

A sociedade civil, finalmente, caiu na real e já assina um manifesto pela democracia e pelo estado de direito. Até agora são mais de 100 mil assinaturas, incluindo a minha.Isso não é pouco.

Porém, parece que ainda falta algo. O povo.

Precisamos sair às ruas antes do 7 de setembro e em número muito maior que o evento golpista.

Temos a real possibilidade de abafar qualquer ensaio que esteja sendo tramado.

Outra coisa é uma crítica à parte da esquerda que parece ter dificuldade de assimilar o que está por vir.

Leio aqui e ali que podemos dormir sossegados porque não haverá golpe.

Concordo que uma ruptura como deseja freneticamente o presidente da República está num horizonte que só ele enxerga porque não consegue aglutinar as forças necessárias para o feito.

Mas, se não haverá golpe, haverá a tentativa de golpe, pois o crápula que ora ocupa o Palácio do Planalto já convocou. Isso ficou claríssimo quando, durante o lançamento de sua candidatura, em que normalmente se faz discurso sobre programas de governo, o crápula preferiu chamar seus seguidores para o ato do Dia da Independência. E ainda disse que será a última vez que o cercadinho sairá às ruas.

O bandido não quer eleições porque já sabe que será derrotado. Resta-lhe tentar virar a mesa. E é esse o perigo.

A partir da ousadia do capitão, o caos poderá se instalar até com mortos e feridos. Espero que não, mas a lógica impõe que sim.

O país pode ser virado de cabeça pra baixo!

É isso que precisa ser combatido agora.

Leio também análises ingênuas que tentam explicar a blindagem que o PGR, Augusto Aras, oferece ao mandatário do país.

Dizem que Aras persegue um posto de ministro do STF e que por isso arrisca todas suas fichas no capitão.

O inominável perderá a eleição! Portanto, Aras se arrisca inutilmente a ser cúmplice de seus crimes por prevaricação.

A menos que também deseje um golpe.

Ou, o que me parece muito mais lógico, tem grana envolvida para que ele se exponha dessa forma blindando o capitão contra qualquer acusação. Vamos acordar!

Muita grana, até porque ninguém mais está controlando nada. Dinheiro sai secretamente e entra secretamente em contas secretas.

Enquanto isso, permanecemos aguardando uma convocação às ruas pela resistência, que deveria já estar sendo articulada pelos partidos que compõem a chapa Lula/Alckmin.

Enquanto isso, produzimos e compartilhamos uma infinidade de memes engraçados, imaginando que com isso estaremos furando a bolha da esquerda e atingindo os bolsonaristas.

Enquanto isso, textos como este, de alerta, não são lidos. Talvez nem pelos sites em que publico. Porque não têm legitimidade.

Enquanto isso, a vida segue.

Fernando Castilho é arquiteto e professor. Criador do Blog Análise & Opinião

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Matérias Relacionadas

Rolar para cima