Construir Resistência
Construir Resistência

Construir Resistência se aproxima de 1 milhão de visualizações

Por Simão Zygband

O jornalismo não é uma prática rentável, a não ser para os empresários de Comunicação. Mas, nas televisões, por exemplo, ela funciona mais como polimento de imagem (cartão de visitas) do que propriamente como prospectador de recursos.

Não é a toa que Silvio Santos, o dono do SBT, demorou tanto tempo para investir no jornalismo. Os dominicais e o entretenimento davam muito mais dinheiro do que fazer notícia.

O mesmo acontece com a Rede Globo, que fatura muito mais com novelas, futebol e os Big Brother da vida do que com o Jornal Nacional. Não que o minuto publicitário do telejornal seja barato, mas pelo contrário. É bem salgado para o anunciante.

A felicidade de um jornalista como eu, que foi empregado das TVs, dos Jornais e das Rádios (os portais ainda não existiam ou estavam engatinhando) e só pagou contas trabalhando na profissão, é ver o site que eu criei, o Construir Resistência, a se aproximar da marca de um milhão de visualizações. É gente para caramba.

O Construir Resistência é um exercício de resistência pessoal. Dá pouquíssimo dinheiro (oriundo de eventuais doações ou dos anúncios pessimamente remunerados do Google Adsense – não chega r$ 100 reais por mês, retiráveis a cada 5 ou 6 meses). Mas eu teimo em mantê-lo vivo, pois dá satisfação pessoal em saber que ele é bem lido, que está no lado e no caminho certo, sobretudo em termos editoriais.

O site deve atingir 1 milhão de visualizações em pouco menos de uma semana. Varia do interesse da matéria postada, mas chegará com absoluta certeza.

Em média, o Construir Resistência foi lido por cerca de 1.400 pessoas/dia. É como se este número de pessoas comprasse todo dia esta quantidade de jornais ou revistas.

São milhares de leitores, em um país com baixos índices de leitura, bem diferente dos que acessam videozinhos nas redes sociais, bem mais fáceis e palatáveis. Vivemos no mundo onde mais se vê do que se lê.

Queria compartilhar isso com os (as) caros(as) leitores(as), colaboradores(as), simpatizantes, apoiadores, financiadores (raríssimos, é verdade) ou simples torcedores(as).

Orgulho-me por fazer o Construir Resistência, de poder proporcionar informação militante, variada, cultural, pitoresca, diversificada, gratuitamente a tantas pessoas que apoiam e curtem o meu trabalho.

MUITO OBRIGADO A TODXS.

 

NÃO TORROU TUDO NO CARNAVAL?
APROVEITA E FAZ UM PIX PARA O CONSTRUIR RESISTÊNCIA
Em nome de Simão Félix Zygband no 11 99726-8051.
AJUDE A FORTALECER A MÍDIA PROGRESSISTA ✊✊✊

Em tempo: A arte acima é do artista Sergio Papi 

 

 

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Matérias Relacionadas

Rolar para cima