Construir Resistência
Images (1)

Bolsonarismo arrebenta candidatura de direita na Argentina

Por Moisés Mendes 

Images (1)

A presença de uma comitiva brasileira de extrema direita em Buenos Aires, liderada por Eduardo Bolsonaro, foi considerada um desastre para os estrategistas de Javier Milei.

A falação do assador de hambúrguer amplificou o medo, que vinha crescendo silenciosamente e acabou determinando o fracasso do fascista no primeiro turno.

Eduardo conseguiu ser cortado ao vivo na TV C5N, ao defender o uso de armas, como se fosse um deputado argentino em campanha.

Além de Dudu, viajaram a Buenos Aires os deputados Rodrigo Valadares (União-SE) e Marcel Van Hattem (Novo-RS) e o influenciador Rodrigo Constantino.

Ninguém do fascismo argentino quer saber deles lá na campanha do segundo turno. Os brancaleones bolsonaristas acabaram ajudando o peronista Sergio Massa.

Eduardo Bolsonaro perdeu todas as empreitadas da extrema direita. A tentativa de golpe na Venezuela, a invasão do Capitólio, a eleição do ano passado aqui, o golpe tabajara de 8 de janeiro e agora a derrota de Milei no primeiro turno.

Fb Img 1697849301917

Moisés Mendes é jornalista em Porto Alegre. Foi colunista e editor especial de Zero Hora. Escreve também para os jornais Extra Classe, Jornalistas pela Democracia e Brasil 247. É autor do livro de crônicas ‘Todos querem ser Mujica’ (Editora Diadorim)

 

CONTRIBUA COM O CONSTRUIR RESISTÊNCIA, SEU SITE DE LUTA!

Com qualquer quantia, em nome de Simão Félix Zygband

11 997268051 (copie e cole este número no seu pix)
Ou ainda acessando os anúncios que aparecem na página 

 

 

 

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Matérias Relacionadas

Rolar para cima