Construir Resistência
images (4)

Melhores momentos de Lula no G7

Da Redação 

 

Convite

A convite do Japão, o Brasil está em Hiroshima para a Cúpula do G7. A primeira que nosso país participa desde 2009. Brasil e Japão são dois países distantes no globo, mas com profundos laços de união, que vamos seguir cultivando 🇧🇷🇯🇵

Em Hiroshima

Chegamos em Hiroshima, para a reunião do G7. A primeira que o Brasil participa desde 2009. A agenda de encontros bilaterais começa amanhã, na madrugada do Brasil. Uma reunião com o primeiro-ministro da Austrália, Anthony Albanese. E agora boa noite, porque aqui está tarde.

Gravata

Fotos: Ricardo Stuckert

Sendo recebido pelo primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, na chegada à cúpula do G7. A primeira que o Brasil participa desde 2009. Não podia faltar a gravata.

Biden

Junto do presidente dos EUA, Joe Biden, e do primeiro-ministro do Vietnã, Phạm Minh Chính. A vinda ao G7 permite ao Brasil falar com vários países sobre diversos temas em uma única viagem. A paz, a cooperação e o diálogo são sempre o melhor caminho.

Macron

Reencontro com o presidente da França, Emmanuel Macron, no G7. Falamos sobre a preservação da Amazônia e caminhos para a construção da paz na Ucrânia. Estamos retomando a amizade e parceria entre nossos países, podemos fazer muitas coisas juntos 🇧🇷🇫🇷

Olaf Scholz

Um prazer reencontrar no G7 o amigo Olaf Scholz, primeiro-ministro da Alemanha. Já estivemos juntos este ano no Brasil, e agora, no Japão, reafirmamos a retomada das boas relações entre nossos países, com diálogo e cooperação🇧🇷🇩🇪

Lula – presidente da República nas redes sociais

Matando a pau

Participação de gala do presidente Lula no G7. Em dois discursos, detonou potências ocidentais e exigiu nova ordem mundial. Contrariado, Zelensky, o presidente ucraniano, deu cano em reunião bilateral que havia solicitado. Lula venceu a batalha na cova das hienas.

Breno Altman – São Paulo/SP

Guerra nuclear

Lula em Hiroshima: “o risco de uma guerra nuclear está hoje no nível mais alto desde o auge da Guerra Fria”. “As armas nucleares não são fonte de segurança, mas instrumento de extermínio em massa que nega nossa humanidade e ameaça a continuidade da vida na Terra…”

Aldo Fornazieri – Mairiporã/SP

 

Editado por Simão Zygband 

AJUDE A CONSTRUIR A RESISTÊNCIA!

PIX para Simão Félix Zygband no 11 997268051

OU CLICANDO E OBSERVANDO OS ANÚNCIOS QUE APARECEM NA PÁGINA.

QUALQUER FORMA DE CONTRIBUIÇÃO É BEM VINDA.

www.construirresistencia.com.br. ✊

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Matérias Relacionadas

Rolar para cima